Segunda-feira, 20 de Julho de 2009

A BMW

De vez em quandso, recebo em minha casa uma chamada de telefone de pessoas estranhas. Normalmente, é da parte de uma empresa que pretende impingir-nos um produto qualquer, ou sugere que mudemos de servidor ou de prestador de serviços. Antes de haver concorrência, isto é, quando havia o monopólio de comunicações centradas na PT ou nos telemóveis, idem aspas, era pior: tínhamos que pagar o que as empresas monopolistas decretavam. Era um roubalheira.

Mas hoje recebi um telefonema diferente. Era da BMW. Como, há dias, fiz uma reparação de rotina no meu BMW 520 D numa concessionária, a senhora fez-me um grande bateria de perguntas. Pediu-me que mostrasse o meu grau de satisfação/não satisfação do serviço realizado. Ia-me fazendo uma pergunta e no fim eu tinha que responder não satisfeito, pouco satisfeito, bastante satisfeito ou muito satisfeito.

Já tenho respondido, ao longo destes anos, a inquéritos do género. Normalmente respondo a dois inquéritos: a um da oficina onde foi feita a reparação/revisão do carro, outro da BMW. Mas a última pergunta nunca ma tinham posto nestes termos. Perguntava-me a senhora da BMW se eu me importava ou não que estes dados que lhe forneci fossem facultados à oficina. Eu respondi que sim, que não gosto de coisas anónimas.

Gosto deste género de controle. Por alguma razão a BMW dá  cartas e é uma marca tão conceituada e tão cara.. Traz ali os seus concessionários ou agentes na lihha. Não tolera que aos clientes da marca não seja dispensado um tratamento VIP .E, na verdade, as minhas respostas foram conforme o aviamento e tratamento: excelente. Há um departamento só para atendimento dos clintes da BMW. Somos logo atendidos, sem demoras e com as maiores mesuras.

Bom era que tudo caminhasse assim, neste país do faz de conta, do deixa andar. Gostaria que tudo fosse levado mais a sério e segundo as regras do respeito e da urbanidade. Sem delongas, nem esperas escusadas que dão prejuízos de milhões.

Serve  para dizer que gosto que se façam estes inquéritos. Só trazem bons resultados: para as oficinas, para a marca e para os clientes.

&

 

publicado por argon às 22:27
link do post | comentar | favorito
|

.Argon

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

.arquivos

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds