Sexta-feira, 28 de Agosto de 2009

VÊM AÍ AS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS

Finalmente, no dia 27 deste mês, precismente, a um mês do dia das eleições, saíu o programa do PSD, o 2º partido mais votado

Pela sua leitura, ficamos a saber que o PSD vai romper com muita coisa do PS. Aliás, é norma, desde o 25 de Abril, o partido sucessor passar metade do tempo a desfazer o que julga que o anterior fez de mal e a outra metade a fazer coisa diferente.

E estes dois partidos, o PS e o PSD, vão-se sucedendo um ao outro E porquê?

Por este jogo de raciocínio imbatível: O PSD é bom para ganhar dinheiro e poupá-lo. O PS é bom só a distribuir dinheiro - que o PSD aferrolhou. Quando um partido o ganhou e não o gastou, tem de vir, a seguir, um partido que o distribui, mas não sabe ganhá-lo. E quando um partido gastou mais do que tudo o que podia e o país está endividado até aos gorgomilos, tem que haver uma reviravolta. Mudar. Quanto mais não seja para ser diferente. É nisto que consiste a filosofia de cada partido.

Mas há mais diferenças: o PS é estatal, quer mais Estado: para ele o ideal era que tudo fosse do Estado, ou que ele fosse o rei e o senhor de tudo. Aliás, para isso já não falta muito. E sabemos que o Estado não é bom a administrar empersas- é péssimo. Agora, algumas dão lucro, mas há pouco quase todas  davam prejuízo. Os chamados elefentes brancos. E ainda temos alguns. Talvez o mais escandaloso seja a RTP que gasta mais do que o que recebe. E recebe maquia todos os meses de todos os portugueses, centenas de milhares de euros do Estado, cobra publicidade como as outras TVs e não chega. A SIC e a TVI têm que dar lucro sem as duas muletas de todos os portugueses contribuintes e sem o subsídio anual do Estado, senão teriam que fechar portas e sabemos que estas duas talvez invistam mais e produzam mais do que a RTP. Enfim, um escândalo nacional de todo o tamanho a que ninguém põe cobro.

Voltando ao tema: o PSD tem como matriz: menos Estado e mais iniciativa privada.

O PS a governar tem sido um autêntico desastre, à parte uma ou outra reforma que resultou e veio favorecer os portugueses. Mas, de modo geral, todos se sentem prejudicados nos seus bens e nas suas liberdades. nunca gozámos de tão pouca liberdade, isto é, o Governo de Sóctares tem atacado todas as classes profissionais: os magistrados, os professores, os funcionários públicos, os agricultores, os pescadores, as empresas., a comunicação siacial. Todas têm razão de muita queixa. E o Estado tem-se mostrado avassalador e intrometido em todas as actividades dos portugueses. Todos se sentem espartilhados e vigiados por um Estado que quer ser como Deus: presente em toda a parte. Afinal, não é essa a função do Estado: deve ser o orientador, o regulador o apaziguador e não o interventor. Ele até tem empresas e quer ser a dona de tudo e de todos.

Ora, é contra este estado de coisas que o PSD quer lutar. E quer acabar com as formas abusivas do governo PS.

Os portugueses querem mudar este estado de coisas. A eles compete fazer as mudanças por meio do seu voto. Se, por hipótese, o PS ganhase, outra vez com maioria absoluta,, seria o fim do país. Eu creio que teria que haver uma revolução, um 2º 25 de Abril, ao contrário, para repor as coisas no seu lugar.

Até esta data, os portugueses têm sabido, com o seu volo, fazer as mudanças necessárias. Querem, pelo menos, que seja diferente e, para isso, não seria necessário

 mexer em muita coisa: bastava cortar  as excrescências que ofendem todas as classes.

O PSD põe à frente de todas as reformas, a economia. E faz bem. O resto virá por acréscimo.

Veremos o resultado  destas eleições!

publicado por argon às 17:58
link do post | comentar | favorito
|

.Argon

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

.arquivos

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds