Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

DE QUE RIEM ELES?

 

 
 
Se repararmos nos nossos políticos e lhe analisarmos fáceis com que se fazem acompanhar quando aparecem em público, entre as multidões, ou em mediatismo nas televisões, podemos dividi-los em duas categorias: os que riem e os que não riem; os que estão sempre a rir triunfantemente, e aqueles que nunca se riem; os que apresentam uma cara de palhaços e os que se apresentam com cara de pau. E digamos, já, que isso não tem nada a ver com a função que desempenham. Dir-se-ia que são assim mesmo: nasceram para rir, para se mostrarem sempre optimistas porque a vida lhes corre sempre bem. Outros, se vamos a usar a mesma bitola, veremos que não podemos dizer que aquele ar sorumbático, de cara de poucos amigos, assim é porque são assim mesmo: não é da sua natureza sorrir, ou esboçarem um qualquer assomo de alegria.
Ponhamos exemplos: porque será que o António Costa, agora presidente da Câmara de Lisboa está sempre a rir, mais do que a sorrir? Não podemos aplicar a este sorriso sempre a mesma caracterização: porque às vezes ri porque a coisa é mesmo para rir – o que é muito raro. Outras, ri por cinismo, por ironia, por troça ou por desfeita. Eis um homem que, mesmo em alturas em que devia mostrar mais compostura porque o assunto é grave, ele ri sempre. Eu acho que isto é mais um defeito do que uma virtude porque transforma tudo em coisas não sérias e algumas são mesmo sérias e como tal, devem ser tratadas. Outro que dá sempre um ar da sua graça com um sorriso aberto, é cavaco Silva. Mas esse é para dar um arzinho da sua graça da parte de quem tem, por natureza, um ar sorumbático, sisudo, sério. Os economistas talvez tenham que ser assim. Agora ele é o presidente de todos os portugueses.
E há um que nunca ri: é o ministro das Finanças: parece que tida a agente lhe deve dinheiro. Dá uma nota muito negativa, mas talvez queira com isto dizer que a coisa é mesmo séria, que o país, está a caminho da bancarrota.
*
AVOZ DO DONO
Vitorino vai sair de comentador na RTP. E, por isso, Marcelo sai de comentador. Foi a justificação dada pelo senhor da televisão pública. Será para estabelecer o equilíbrio de forças. Só se esqueceu que António Vitorino Não é um comentador independente é a voz do dono: nunca discorda do governo e do partido a que pertence, a quem deve muito. E Marcelo do PSD, critica, sem rebuço, o seu próprio partido e o governo do PSD quando estava no poder. Aliás, o mesmo acontece com Pacheco Pereira na «Quadratura do Circulo», do PSD, que critica fortemente o seu partido porque prefere a verdade. Já o António Costa, do PS, volta a ser a voz do dono: nunca criticou o seu partido, nem Sócrates. Pelo contrário, mesmo quando devia criticá-los – eles não são nenhuns santos. Este António Costa é um abocanhador porque abocanha tudo o que lhe cheire a honras, poder, mediatismo.
publicado por argon às 19:05
link do post | comentar | favorito
|

.Argon

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

.arquivos

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds