Sexta-feira, 7 de Maio de 2010

A verdade e a mentira

Este texto foi publicado pelo Diário de notícias na semana passada.

 

A Assembleia da República tem passado grande parte do seu tempo em inquéritos. Os mais mediáticos são os levados e efeito pela Comissão de Ética e o da Comissão de Inquérito ao caso PT/TVI.

 Ora, descendo bem ao fundo da questão, eu pergunto se é assim tão grave que um Primeiro-Ministro tenha mentido ao Parlamento. Um político que passa a vida a mentir a todos os portugueses. E tanto isto é verdade, que a oposição não acredita que ele tenha dito a verdade, mesmo que, por hipótese, ele não estivesse a mentir. Não vale a pena especificar, pois o rol é infindável, desde a quebra das promessas eleitorais, até ao esconder do défice, passando pelo optimismo com que apresenta, sempre, a situação económica do país. Isto é mais grave do que a mentira ao Parlamento.

Afinal, a mentira tem dado mais bons resultados aos seus defensores do que a verdade. Sócrates, diz-se, ganhou as eleições porque mentiu aos eleitores e Ferreira Leite tê-la-ia perdido por ter sido frontal e querer ser verdadeira. Sabemos que isto está errado, mas é assim a política.

Nesta ordem de ideias, que mal há em que o Primeiro-Ministro tenha mentido ao Parlamento? Qual foi o prejuízo? Que diferença haverá entre ele dizer a verdade e ter mentido, se sabemos que, no segundo caso, não aconteceria nada?

Se vier a provar-se que Sócrates mentiu, devia ser responsabilizado, não por ter mentido, mas porque, com a sua mentira, prejudicou o país economicamente. Tinha obrigação de dizer a verdade e isso, só lhe ficaria bem, embora ele talvez pense o contrário.

Mas a verdade é que, mesmo tendo dito a ‘sua’ verdade, a oposição e a maior parte do país não acredita, tal o estado de descrédito a que chegou, perante a opinião pública.

publicado por argon às 17:14
link do post | comentar | favorito
|

.Argon

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

.arquivos

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds