Segunda-feira, 28 de Junho de 2010

MILIONÁRIO FELIZ

 

Chama-se Karl Rabeder é austríaco e, após ter abdicado de uma luxuosa casa nos Alpes, agora, «livre e feliz», irá viver num pequeno apartamento, em Insbruck. «A minha ideia é ficar sem nada. Absolutamente nada. O dinheiro impede a felicidade.» e ele, o que mais deseja, é ser feliz. Foi com este objectivo que decidiu desfazer-se de toda a sua fortuna, a favor de organizações de caridade, para ajudar pessoas pobres na América Latina e Central. Com este objectivo, lançou no mercado uma luxuosa casa – com lago e sauna – e vista para os Alpes, outra numa propriedade de 17 hectares na Provença e um luxuoso Audi A8, tudo no valor de dois milhões de euros.

Afinal, trata-se de uma receita tão simples como isso. E a verdade é que anda muita gente à procura da felicidade e desespera sem a encontrar. Porque a felicidade exige renúncia e quantos é que estão dispostos a fazer como Karl Rabeder? É que ninguém está disposto a abdicar do que tem; pelo contrário, na sociedade de consumo em que estamos mergulhados, procura-se mais o TER (ter’ é poder) do que do SER.

Para dar resposta a esta angústia da humanidade, tem surgido no mercado livreiro uma panóplia de livros que promete a felicidade que, dizem eles, está ao alcance da mão. O que não é verdade.

Quem dera que muitos ricos do mundo imitassem este grande Homem. E resolver-se-ia uma das maiores discussões com que se tem debatido a humanidade: o que é a felicidade e como conseguir ser feliz?

Como se está vendo, trata-se de um caso pontual que resulta. Mas o problema da felicidade não se resolve com dinheiro, nem com o despojamento dele em favor de terceiros necessitados. Se assim fosse, haveria mais gente feliz do que há. O caso é muito menos simples. Mas todos nós deveríamos esforçar-nos mais por estarmos menos dependentes do vil metal que não traz a felicidade.

E termino com uma quadra de Afonso Lopes Vieira que vem na mesma linha:

 

Em pouco está, breve palavra diz

Todo o segredo que a ventura tem:

A melhor maneira de ser feliz

É a gente fazer feliz alguém.

 

 

publicado por argon às 23:08
link do post | comentar | favorito
|

.Argon

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

.arquivos

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds