Sábado, 30 de Maio de 2009

OS APLICADORES OU O ATESTADO DE INSANIDADE DOS PROFESSORES

 

1. Hoje a classe dos professores volta à rua numa manifestação contra as medidas do ministério. A Escola, que devia ser um lugar de excelência, onde reinasse a paz e a concórdia, é uma autêntica barafunda e um dos sítios do mundo mais maus para se passar grande parte do tempo, por obrigação, a trabalhar ensinando e formando os jovens, para poderem enfrentr com êxito as incógnitas de um futuro exigente e competitivo.
Hoje, quero trazer para aqui dois textos que li recentemente.
Um é da autoria de um socialista que já foi ministro, que escreve todos os domingos um artigo de opinião no jornal «Público» e que toda a gente tem por competente, sabedor, sensato, patriota. Chama-se António Barreto. Escreveu um texto, no domingo passado, a que deu o título de «Aplicadores». Ao ler este texto, se eu fosse ministra da educação, pediria logo a demissão e entregava a rédeas desta barafunda e desta destruição chamada educação, ao maior responsável pela hecatombe educativa que ele conseguiu nas escolas do meu amado país
Não quero ser maçador, mas cito, apenas, algumas passagens que mais me impressionaram:
« O ministéro trata os professores como se fossem imaturos e aldrabões. Não admite a autonomia. Abomina a iniciativa e a responsabilidade. Cria um clima de suspeição. Obriga os professores a comportarem-se como robôs.» Na verdade, ele critica ferozmente as regras que o ministério manda ler (nem uma palavra da cabeça deles aos alunos) aos alunos em situação de exame, na sala de aulas. As instruções são emitidas como se  os proessores fossem analfabetos, imbecis, irresponsáveis, idiotas e ignorantes. É um compêncio de infantilidades.
E o texto termima assim:
«Todos estão exaustos. Todos sentem que o ano foi em grande parte perdido. Pior: todos sabem que a escola está, hoje, pior do que há um ano».
É caso para acrescentar: prendam já os responsáveis pela destruição da escola em Portugal. São uns autênticos dementes! Como é que toda a gente vê isso e só eles, os padagagos, não?
 
2. O segundo texto é da autoria do filósofo José Gil e vem publicado no jornal «Público» de hoje.
Só lhe fiz uma leitura apressada no meu jornaleiro, uma leitura quase clandestina. Mas, mesmo assim, retive algumas ideias principais.
 
«O ministério conseguiu virar todos contra todos».
Os parâmetros da avaliação submergiram as aprendizagens.
Perdeu-se a relação afectiva professores/alunos.
«Quem és tu?» - pergunta, invectica um aluno para um seu professor?
Terá de vir uma toda geração para repor as coisas no seu lugar. Porque, digo eu, destruir é muito fácil e muito rápido. Construir é difícil e moroso.
E o mais grave de tudo é que, apesar de tanto trabalho, de tanta reunião, de tanta zanga, de tanta teimosia, de tanto choro a ranger de dentes, de tanta burocracia, a verdade manda que se diga que o sucesso escolar é um inêxito. Os resultados são maus, para o esforço dispendido, apesar das estatisticas falseadas e de todos os facilitismos dos exames.
Na educação é o que se sabe. Na justiça é o que toda a gente diz.
O próximo governo que vier, se for de outra cor partidária, terá muito que fazer, terá muito que desbastar, para conseguir reparar – e só conseguirá em parte da destruição.
Termino com uma citação do grande Fernando Pesoa, só que, ao contrário:
Nada valeu a pena, porque a alma dos predadores foi muito pequena.
*
AS ELEIÇÕES EUROPEIAS
Os portugueses sabem muito pouco sobre a CE cuja campanha começou há seis dias e se prolonga até véspera do dia das eleições, ou seja, 7 de Junho. Pois não é que os partidos, sobretudo os dois maiores, PS e PSD, em vez de esclarecimentos e aumento da informação sobre a CE, passam todo o tempo a acusarem-se disto e daquilo?
Vital Moreira é um coleccionador de gaffes a que o PS vai pondo cobro como pode. É que ele saltou da teoria para as práticas políticas. Escrever escrevia ele muito o que lhe dava na gana, sem medo de contraditório, que não havia. Escrevia o que lhe apetecia, sem ser incomodado. Agora, não: as coisas mudaram de figura, da paz da universidade para o palco da realidade política.
Quase todos os dias inventa mais uma invectiva: a última – a da responsabilidade das «figuras gradas do PSD» na destruição do BPN. Responsabiliza o PSD pelo caso BPN. Talvez para se vingar das acusaões do caso Freeport de que o PS é acusado, nas suas figuras mais gradas, vulgo José Sócrates.
Quer dizer: os candidatos passam as campanhas em acusações permanentes, - partidos contra partidos. Isto é a politica à portuguesa. Coitados, eles não sabem nem querem fazer política de outra maneira. E queixam-se que os portugueses não ligam nanhuma às eleições e aos políticos. E que se prevê forte abstenção. De quem é a culpa?
*

 

publicado por argon às 12:19
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.Argon

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

.arquivos

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds