Sábado, 30 de Maio de 2009

O FÁCIL E O DIFÍCIL

 

JOGO DAS DIFERENÇAS
O FÁCIL E O DIFÍCIL
 
É fácil criar inimigos – é difícil fazer amigos;
É fácil destruir – é difícil construir;
É fácil ganhar dinheiro – é difícil gastá-lo bem;
É fácil ser ignorante – é difícil ser ilustrado;
É fácil pedir um segredo – é difícil guardá-lo;
É fácil apaixonar-se – é difícil amar;
É fácil ser-se ditador – é difícil ser democrata;
É fácil ser-se clemente – é difícil ser-se justo;
É fácil discutir o novo aeroporto – é difícil acertar na sua localização;
É fácil conspurcar o chão – é difícil ganhar hábitos de higiene;
É fácil falar – é difícil ser falado por bons motivos;
É fácil dizer-se democrata – é difícil sê-lo de verdade;
É fácil prometer – é difícil cumprir;
É fácil acreditar – é difícil mudar de religião;
É fácil baldar-se às aulas – é difícil aprender sem elas;
É fácil ser pobre – é difícil ser rico;
É fácil aumentar o número de desempregados – é difícil diminuir o desemprego
É fácil dizer-se inocente – é difícil confessar-se culpado;
É fácil invejar o sucesso alheio – é difícil construir o próprio;
É fácil baixar as regalias dos funcionários públicos – é difícil repor o poder de compra;
É fácil pôr uma casa em venda – é difícil vendê-la;
É fácil fazer um programa de governo – é difícil governar bem;
É fácil dar - é difícil retribuir;
É fácil esquecer – é difícil ser reconhecido;
É fácil ofender – é difícil esquecer a ofensa;
É fácil entrar num labirinto – é difícil sair dele;
É fácil ser um pinga-amor – é difícil amar de verdade;
É fácil ser-se um D. Juan – é difícil comprometer-se;
É fácil casar – é difícil segurar o casamento;
É fácil bajular – é difícil servir;
É fácil entrar preso – é difícil sair da prisão;
É fácil ser pecador – é difícil ser santo;
É fácil perder tempo – é difícil administrá-lo bem;
É fácil ser-se levado pela publicidade – é difícil não cair em tentação;
É fácil ser famoso – é difícil merecê-lo;
É fácil atacar – é difícil pôr-se na defensiva;
É fácil dizer mal – é difícil dizer bem;
É fácil no futebol chutar a bola – é difícil meter golo;
É fácil ser o último – é difícil ser o primeiro;
É fácil adoecer – é difícil curar-se;
É fácil os deputados inflacionarem seus vencimentos – é difícil aumentar-se a função pública;
É fácil desfazer uma imagem – é difícil repará-la;
É fácil ser despedido no emprego – é difícil arranjar emprego qualificado;
É fácil ir à Escola  – é difícil chumbar;
É fácil ir encostado ao bordão de peregrino – é difícil, ao da velhice;
É fácil ser romântico ou idealista – é difícil ser prático e realista;
É fácil mandar bocas – é difícil fazer obra de mérito;
É fácil afinar as cordas da guitarra – é difícil afinar as cordas da garganta;
É fácil desmentir um governante – é difícil ele retratar-se;
É fácil prender um inocente – é difícil acertar no culpado;
É fácil acusar um pedófilo – é difícil obrigá-lo a reconhecer  a sua culpa;
É fácil acusar um colarinho branco – é difícil condená-lo, metê-lo e mantê-lo na prisão;
É fácil ir aos arames – é difícil ter paciência;
É fácil comprar um carro – é difícil mantê-lo e pagá-lo;
É fácil fazer um aborto – é difícil aumentar a natalidade;
É fácil levantar um falso testemunho – é difícil repor a verdade;
É fácil dar um conselho – é difícil seguir um bom exemplo;
É fácil aceitar um elogio – é difícil ouvir uma censura;
É fácil ficar com rugas – é difícil disfarçá-las;
É fácil ver-se ao espelho – é difícil, conformar-se com a imagem;
É fácil fazer economia doméstica – é difícil fazer economia de mercado;
É fácil dar a liberdade – é difícil garantir a segurança;
É fácil falar dos problemas – é difícil ignorá-los;
É fácil encolher no necessário – é difícil poupar no supérfluo;
É fácil dialogar – é difícil tomar uma decisão drástica;
É fácil convencer um ignorante – é difícil (com)vencer um teimoso;
É fácil ser de um clube – é difícil mudar para outro;
É fácil jogar na lotaria – é difícil comprar o número premiado;
É fácil receber uma aula – é difícil dá-la;
É fácil escrever um livro – é difícil vendê-lo;
É fácil estar em ministro – é difícil ser ministro;
É fácil julgar os pobres – é difícil condenar os ricos;
É fácil diminuir o défice à custa dos pobres – é difícil fazê-lo à custa dos ricos;
É fácil menos défice aumentando os impostos – é difícil, cortando nas despesas;
É fácil fazer gastos com o dinheiro alheio – é difícil fazê-lo com o próprio;
É fácil fazer o discurso da pobreza – é difícil diminui-la;
É fácil acusar – é difícil provar;
É fácil julgar os erros alheios – é difícil reconhecer os próprios;
É fácil pedir perdão – é difícil perdoar;
É fácil exibir a vitória – é difícil assumir a derrota com dignidade;
É fácil sonhar todas as noites – é difícil lutar por um sonho;
É fácil proibir – é difícil cumprir;
É fácil ver o conta-quilómetros a andar – é difícil ver o (des)conta-euros;
É fácil enriquecer depressa – é difícil enriquecer devagar;
É fácil habituar-se às drogas – é difícil sair delas;
É fácil elogiar o 25 de Abril – é difícil fazer o 25 de Abril dos marginalizados,
dos excluídos e dos injustiçados;
É fácil caluniar – é difícil elogiar;
É fácil viver o presente – é difícil adivinhar o futuro;
É fácil andar na moda com calças rotas e coçadas - é difícil fazer face aos gastos da moda;
É fácil preencher o boletim – é difícil acertar no euromilhões;
É fácil servir-se – é difícil servir;
É fácil fazer contas com a máquina de calcular – é difícil fazer contas de cabeça;
É fácil propor a remuneração salarial da função pública – é difícil discuti-la e chegar a acordo;
É fácil tocar um assobio – é difícil aprender a tocar um instrumento musical;
É fácil viver com uma reforma milionária - é difícil viver com o ordenado mínimo;
É fácil ler este texto – é difícil os difíceis dele.
   ARGON                                                                                                          
 
 
publicado por argon às 22:32
link | comentar | favorito

.Argon

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

.arquivos

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds