Domingo, 31 de Maio de 2009

PORQUE DEIXEI DE SER SÓCIO DO ACP

 

 Foi em Agosto de 2005. Estava, com a família, a passar as férias numa pequena aldeia, Campo Benfeito, capital do teatro (virei ao tema com os pormenores), do concelho de Castro D'Aire, onde tenho uma casa de férias. Tinha ido a Lamego fazer compras. No regresso, mesmo à entrada  da autoestrada Vila Real-Viseu, o meu carro negou-se a andar. Deitei a moeda ao ar e chamei o ACP de que sou sócio há 30 anos, em vez de chamar a Companhia de Seguros. Foi o meu erro.
Imediatamente, me pus, via telemóvel, em contacto com o ACP, para que me viessem rebocar o carro e levar, de taxi, os quatro passageiros que levava.
O reboque não demorou a chegar. O pior foi a chegada do taxi. O A.C.P., com toda a fama que tem de prestador fiel de serviços, demorou a apresentar dois taxis   três horas e 20 minutos. Estava à distância de um quilómetro de Lamego. Foi o resultado de dez chamadas via telemóvel!!! que o ACP me devia ter pago e não pagou. Apesar de o meu carro ser um BMW 520 D, não esteve imune a uma avaria na estrada. Aqui não há ricos nem pobres, carros bons e carros menos bons. Carros de alta ou de baixa cilindrada. Todos são iguais perante as 'leis' da avaria.Até aqui. o sol quando nasce, é para todos.
Quando acabaram as férias, escrevi ao ACP dando conta dos pormenores do caso , protestando e pedi que o meu contrato com o ACP fosse cancelado. O ACP respondeu-me a pedir desculpa, confirmou todos os meus dados, disse que ia averiguar, mas nunca foi capaz de assumir as responsabilidades, nem culpar ninguém pela anomalia.
O ACP ainda me telefonou, mais tarde, para eu não desistir de ser sócio, mas eu, com esta patifaria sem nome e tendo feito as contas sobre os dinheiros avultados dispendidos a favor de uma instituição que era suposto ajudar-me, deitando contas ao deve e haver, verifiquei que, durante esses trinta anos, apenas chamei o ACP três vezes. Façam as contas  às centenas de euros que eu despejei no ACP. O défice é francamente negativo.
No entanto, o ACP está-se marimbando para o meu caso. Não precisa dele para limpar a sua imagem. É, apenas, menos um sócio. Isso não reduz em nada os proventos chorudos do ACP que continua a receber grossas maquias todos os meses, dos seus milhares de sócios.
Afinal, se todos os automobilistas fizessem contas ao deve e ao haver, talvez desistissem como eu, Mas é moda, dá status ser do ACP. É como ter um cartão do Unibanco. É chique, nada mais!
*
 
 

 

 
 
                                        
 
 
 
 
publicado por argon às 11:56
link | comentar | favorito

.Argon

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

.arquivos

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds