Sexta-feira, 12 de Junho de 2009

NOTÍCIAS AVULSAS

1.  AS DOENÇAS  (TAMBÉM) FORAM DE FÉRIAS!

 

Hoje, ao princípio da tarde, fui ao Hospital Amadora-Sintra. Fui mudar a data de um exame médico. Vi o interior das consulas externas mesmo antes de lá ter chegado. Na verdade, o clima de poucos doentes estava espelhado nos muitos lugares vazios para estacionar os carros. É raro encontrar um lugar vago. Hoje era aos montes.

Entrei: estive para perguntar a um segurança o que aconteceu para que todos os doentes tivessem debandado. Não havia um único doente na grande de sala de espera, nem nos guichets. Desci aos andares das consultas e não havia um único doente à espera. E não havia um único médico, consequentemente, a fazer consulta. Um absentismo absoluto!

Em dia normal, se porventura há uma greve de médicos ou de enfermeiros, aqui d'el rei! que é um trosntorno: pessoas vêm de longe e de perto e faz diferença adiar-se uma consulta, um exame. Mas agora, num fim de semana prolongado, como há muito não havia, reparo que as doenças, as consultas, os doentes, foi tudo de férias.

Só me faltou passar pela Urgência: certamente também teria havido forte quebra e ficaria muito espantado se houvesse uma debandada geral como nas consultas externas.

Eu sei que as Urgências, em dias normais, estão apinhadas e há uma grande lista de espera. E creio, mesmo, que as Urgências entopem porque a maior parte dos doentes não estarão assim tão doentes....

&

2. O REGULADOR DESREGULADO

 

A foto que o D.N. mostra no dia 9 de Junho, terça-feira, na primeira página, é a do regulador do Banco de Portugal na Assembleia da República, no inquérito para/lamentar. Mostra um homem acossado e a suar e a limpar o suor não sei se frio, se quente, com uma toalha. O homem mete dó! Mas continua a teimar que está inocente, que não fez nada de grave, que está de consciência tranquila. Onde é que eu já ouvi isto? E a quem? A tantos colarinhos brancos, chamem-ser Rendeiros, Oliveira e Costas, conselheiros do PR, Pintos da Costa, Vales e Azevedos, etc., etc. Todos se dizem de consciência tranquila. Pudera! Toda a gente sabe como funciona a nossa justiça. Iliba-os a todos, com uma excepção. O Rendeiro, agora nas bocas do mundo - o o responsável pelo colapso do BPP , pelas piores razões, continua firme e de pé e hoje apareceu nas televisões e disse que ele não exercia funções executivas. e sacudiu de si todas as responsabilidades. O Loureiro disse várias vezes que estava desmemorizado quando lá andou e não fez nada, nem assinou nada. Parece que andava ali no banco aos papéis...

Portugal só poderá ser um país, quando uma só instituição funcionar. Uma só: as outras viriam atrás. Ela é a Justiça. Vale a pena ler o artigo de António Barreto no 'Público' de 17 de Maio.  Está lá tudo! Preto no branco: com realismo, sem brandura e sem ter medo das  palavras e de ninguém! não deixe de ler.

As frases fundamentais: Começa assim: «A justiça portuguesa é cara, lente e burocrática». «Mais interessada no processo do que no apuramento da verdade». .«..servem os intresses das corporações.» ... uma casta impune e inamovível.»« ...têm presença garantida nas televisões, nas rádios e nas capas dos jornais» ... dirigem-se à opinião pública com ilimitada arrogância». ... As técnicas de investigação são toscas e, por vezes, atentórias dos direitos dos cidadãos. ... «Crimes de corrupção, apesar de provados, são desculpados.»... «Os procuradores têm poder a mais....»...A justiçaportuguesa cria, não resolve problemas».

...«A culpa...» cada um tem a certeza do seu comportamento exemplar e não hesita em culpar o vizinho ou todos eles». ... «Os advogados não têm dúvidas e apontam o dedo aos deputados, aos magistrados, sem esquecer as polícias»....«Os polícias consideram os juízes brandos, os deputados inúteis, o Governo oportunista e os advogados obstáculos à justiça».

É fácil assacar culpas, mas os comentadores, mais do que apontar os defeitos, coisa fácil, embora difícil de expôr de modo tão sucinto e tão verdadeiro, deviam apontar estratégias, programas de reformulação, esquemas de procedimentos, formas de aperfeiç0ar a justiça. Mas de que valeria isso, se o governo e os tribunais  'grosso modo' considerados, não estão interessados na reforma?

É por esta e por outras que somos o país mais atrasado da Europa dos 27 e sem maneira de vermos a luz ao fundo do túnel. Mas, se se mexesse na justiça iríamos mexer nos interesses instalados, e bem instalados e é isso que os que estão bem na vida não querem.

Mas já seria um bom começo se as leis fossem mais bem feitas e com o propósito de obrigarem  a uma reforma justa da nossa justiça. Bastava que obrigassem os tribunais a julgar, isto é, a serem justos, condenando e prendendo, mesmo os colarinhos brancos, fossem lº ministro, ministros, deputados, donos do futebol, autarcas. Na Espanha há ministros e tubarões da banca que estiveram presos na cadeia vários anos. vejam o Tapie, em França, que foi ministro: esteve preso! Cá uma coisa destas seria impossível.

Vejam o Vale e Azevedo que de tudo se 'vale'  para fugir à justiça. Tem-se farto de gozar com ela em Londres. Não conseguem trazê-lo para Portugal. Ele que continua a enganar tudo e todos, como o maior vigarista! Foi a justiça que o deixou ausentar-se do país!

&

 

3. SARAMAGO E FIDEL DE CASTRO

 

O nosso prémio nóbel continua a escrever todos os dias no D.N. Há dias, agarrou-se ao Berlusconi e chamou-lhe «coisa». E desfez o homem. Ora, parece que os italianos que o escolheram já pela terceira vez, é porque gostam dele como ele é. Eles conhecem-no melhor do que o Saramago. Por causa de uma foto de um ministro que apareceu nu... Toda a gente sabe que as fotos podem ser retocadas, construídas como se quer, por computador. O visado disse que não era ele!...E nas eleções para o Parlamento Europeu Berlusconi saíu por cima.

Saramago traz-me à memória um fantasma que não sei se existe.  De vez em quando, aparece um artigo dele nOs jornais. Dizem que é feito por ele, mas eu não acredito. Refiro-me a Fidel de Castro. Vem lá do além e manda bocas para os jornais. um desconchavo!

&

4. QUEM CONDECORARIA NO DIA 10 DE JUNHO?

 

O D.N. do dia 10 de junho perguntava a três comentadores: Quem condecoraria no dia 10 de Junho? 

A pergunta é pertinente, dada a vulgaridade das condecorações. Um respondente emaranhou-se num texto confuso e não Chegou a responder à pergunta. O segundo, um desconhecido, foi o que na minha opinião, responde melhor porque não citou nenhum jet set, nem político, nem militar, nem empresário, nem  colarinho branco, como é hábito serem estes os condecorados.

Eu entendo que nibguém merece ser condecorado por cumprir o seu dever. E é o que tem acontecido. O condecorado tem que se exceder, mas sem ser recompensado monetariamente, nem promoviodo por antiguidade, etc.

E entendo que devem ser condecorados só aqueles que se dedicam ao serviço dos outros, sem receberem nada em troca. Esse senhor respondente desconhecido, apontou o Padre Carlos Galamba, da Casas do Gaiato. Eu conheço este senhor padre que, depois de ser engenheiro, se fez padre ao serviço de uma causa nobre. Gratuitamente, tendo votado toda a sua vida a favor dos meninos da rua, fundada a Casa pelo padre Américo. (não sei se o P. Américo alguma vez foi condecorado). Conheço muito bem o Padre Carlos Galamba e acho que seria uma boa escolha. E propôs, também, Vasco da Graça Moura pelo motivo de ter divulgado a obra de Camões. Como se vê, estes dois portugueses não é por motivo mundano, material, mas espiritual que, tanto um como o outro, merecem ser condecorados.

Ele há por aí gente desconhecida do grande público que não vem nos jornais, nem nas revistas e não se passeiam pelas televisões, mas nandam a fazer bem a quem precisa de ajud , abnegadamente, sem pensarem em receber nada em troca, como voluntárias, ou em instituições de ajuda. Estas, sim, merecem sair do anonimato e serem condecoradas.   E terão sido? Julgo que não. pela forma como são propostos os condecorandos ao Presidente da República.

&&

publicado por argon às 21:57
link do post | comentar | favorito

.Argon

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

.arquivos

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds