Quarta-feira, 22 de Julho de 2009

UMA CARTA RECEBIDA

Ontem, recebi uma carta com data de 20.07.2009. É do meu ex-professor de Latim, Grego e Literatura Portuguesa do meu 7º ano no Colégio de Nun'Álvares, em Tomar, no tempo da outra senhora.

A carta, na parte que que há a destacar, diz o seguinte:

 

«Prezado Amigo Dr. Artur Neto Gonçalves

Porque estive ausente da minha residência habitual estes últimos dias - só ontem regressei, ao ler a correspondência acumulada, deparei com o seu estimado convite com o qual não só me congratulo, como agradeço veementemente.

Sabe que tenho por si uma admiração entusiástica porque considero-o um cirurgião das palavras, brinca com elas emprestando-lhe aquela dose de humor que apenas alguns raros e previlegiados desfrutam. Isto a começar pelo seu livro principal cujo título é um precioso achado: VILIRRI.

Por isso, na minha carreira de professor - foram 41 anos com quatro ou cinco faltas -, o Senhor está em destaque gravado a letras de ouro num sítio privilegiado da minha memória. Consigo estão ex-alunos que se destacaram e me fazem sentir orgulhoso»...

 

E prossegue citando alguns nomes sonantes da política, da advocacia, da medicina.

E termina assim:

 

«Por isso, resta-me mais uma vez agradecer-lhe o convite e desejar-lhe longos anos com essa óptima disposição maravilhosa (anote os dois adjectivos colocados com acinte) no estudo do engrandecimento da língua portuguesa».

 

 Há poucos meses, tinha-me mandado outra, de que destaco a seguinte parte:

 

Prezado amigo Dr. Neto Gonçalves

 

Tenho recebido com enorme regularidade escritos produzidos pela sua inteligência brilhante em constante carburação. Pasmo e ponho-me a pensar com quão somos diferentes (...).

Continuo a admirá-lo e tanto, que mostro em comentários de espanto aos meus amigos as suas lucubrações mentais, que a todos espantam. Aquele texto  TODO O MUNDO E NINGUÉM está feito com faíscas de génio. O Gil Vicente ficaria satisfeito se o lesse.... E estas últimas produções («Um duelo (des)educativo») e as «Pluralidades dos estilos na prática democrática» estão repletas de humorismo bem observado.

&

 

 

 

publicado por argon às 12:48
link do post | comentar | favorito

.Argon

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

.arquivos

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds